Carne suína e de frango ganha espaço no Natal

A transferência de demanda da carne bovina para proteínas mais baratas, que tem ocorrido neste ano – como reflexo, também, do aumento dos preços dos alimentos – deve prosseguir no consumo associado às festas de fim de ano. A Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA) estima que as vendas de kits natalinos deverão crescer até 3% neste ano em relação a 2020. O aumento da inflação e o alto desemprego no país pressionam o poder de compra da população, o que deve reforçar a procura por carnes de frango e suína.

Relacionados

Deixe um Comentário