Foco de Peste Suína Africana é detectado na ilha de Cabo-Verde

A câmara municipal da ilha cabo-verdiana da Boa Vista proibiu a partir de hoje o abate sem autorização de suínos, depois de confirmados laboratorialmente sete casos de Peste Suína Africana (PSA), anunciou a autarquia. Em comunicado, a Câmara da Boa Vista refere que das 31 amostras suspeitas enviadas para análise no laboratório veterinário da Direção de Serviço da Pecuária cabo-verdiano, sete foram confirmadas com anticorpos de PSA.

Os casos foram registados em explorações suinícolas localizadas na Zona Industrial de Sal-Rei, tendo as autoridades locais avançado com a implementação de medidas sanitárias, envolvendo a Câmara da Boa Vista, o Ministério da Agricultura e Ambiente, a Delegacia de Saúde e Polícia Nacional, “em prol da defesa da Saúde Pública”.

Acrescenta que ficam “totalmente proibidas” atividades como o abate de suínos “sem a devida autorização”, a circulação de suínos entre localidades daquela ilha e para outras ilhas, incluindo produtos derivados. No comunicado é feito ainda apelo à colaboração da população para não adquirir ou consumir carne de porco sem o certificado de salubridade emitido pela autoridade veterinária local “e, em circunstância alguma, consumir carne de porco de origem duvidosa”.

Relacionados

Deixe um Comentário