Importações de carne suína do Vietnã mais que dobram em meio ao surto de PSA

As importações de carne suína do Vietnã durante os primeiros 11 meses deste ano mais que dobraram para 110.000 toneladas, disse o Ministério das Finanças nesta quinta-feira (26), quando o rebanho suíno do país foi atingido por um surto de peste suína africana.

Desde que a doença foi detectada pela primeira vez em fevereiro, ela se espalhou para todas as 63 províncias do Vietnã, forçando o abate de cerca de seis milhões de porcos, ou 20% do rebanho total de suínos, e quase triplicando os preços.

O aumento do preço da carne de porco está pressionando a inflação, principalmente no primeiro trimestre de 2020, devido ao maior consumo durante o feriado do Ano Novo Lunar no final de janeiro, informou o ministério em comunicado em seu site.

O Vietnã continuará importando carne de porco e restaurando a produção, já que o surto mostrou sinais de desaceleração, disse o ministério.

“Não podemos permitir que a escassez de carne de porco aconteça”, disse o vice-primeiro-ministro Vuong Dinh Hue no comunicado. “Temos que importar para compensar o déficit.”

O surto elevou os preços dos porcos vivos no Vietnã para mais de 100.000 dong (US$ 4,32) por kg, ante cerca de 35.000 dong no início deste ano, segundo traders ($ 1 = 23.173 dong).

Fonte: Reuters

Relacionados

Deixe um Comentário